Sequestro de dados

Sequestro de dados

Não importa o tamanho da sua empresa, o fato de ter um computador já a torna vulnerável a sequestro de dados e outros malwares.

Desde 2017, a perda de dados empresariais causadas por malwares cresceu 87%.

Portanto, é preciso estar sempre preparado e tomar cuidados essenciais para não ter a grande dor de cabeça que é lidar com os dados roubados.

Como o sequestro de dados funciona

Ao ter um computador infectado, todos os dados são codificados e para voltar a acessá-los, é preciso de uma senha, que por sua vez está nas mãos dos hackers criminosos.

Como resultado, eles então pedem uma quantia determinada para que seja possível recuperar os dados que foram roubados. A quantia pedida vai de acordo com o valor da informação prejudicada.

Ainda assim, é aconselhável não pagar os criminosos.

Consequências do sequestro de dados

As informações que foram bloqueadas pelos hackers podem resultar em uma parada total da empresa. Além disso, o reestabelecimento após a invasão pode demorar dias ou até mesas.

Isso significa, que ao paralisar, a empresa perde:

  • A chance de fechar novos acordos;
  • Interrupção de processos em andamentos;
  • Consequentemente tem prejuízo financeiro.

Como proteger-se?

Para impedir que hackers consigam acessar as informações da sua empresa, é importante fazer um mapeamento computacional para prever os ataques. Seu sistema precisa de atualização e monitoramento constantes por meio de:

  • Firewall;
  • Bloqueadores;
  • Backup na nuvem;
  • Um bom antivírus;
  • Apoio de profissionais de TI.

Portanto, é de extrema importância investimentos em segurança para que, no futuro, não seja preciso enfrentar prejuízos para tentar recuperar algo que foi perdido. Se for realmente recuperado.

Algumas dicas

Além de investir em uma boa proteção, também há outras maneiras que ajudam a evitar ataques que podem ser implementadas no dia a dia de sua empresa e funcionários. Alguns exemplos são:

  • Cuidado com e-mails, pois eles são a principal porta de entrada para invasões e sequestros de dados;
  • Fique sempre atento com anexos e arquivos executáveis, verifique sempre se o anexo está em contexto com o texto do e-mail;
  • Faça backups regularmente como parte da rotina da empresa;
  • Faça backups com mais de uma versão do arquivo original;
  • Mantenha seus antivírus e sistema operacional sempre atualizados com a última versão.

 

Não corra riscos com os dados da sua empresa!

Clique aqui e entre em contato conosco para saber mais sobre nossos planos de proteção!

2 Comments
Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *