Rede 5G: o que esperar?

Rede 5G: o que esperar?

A rede 5G é a quinta geração das redes móveis, desenvolvida para comportar o crescente volume de informações de bilhões de dispositivos sem fio no mundo.

Ela está diretamente relacionada com a Transformação Digital, cujo foco é a conectividade. Em 2018, estima-se que cerca de 1,43 bilhões de smartphones foram vendidos no mundo e cerca de 8 bilhões de chips ativados.

Como consequências, as empresas de telecomunicações precisam de uma infraestrutura capaz de suportar mais dispositivos conectados, além de precisar oferecer:

  • Mais velocidade;
  • Mais segurança;
  • Mais confiabilidade.

O que será possível com o 5G?

Consumo menor de energia

A redução de consumo de energia resulta na diminuição de custos, além de tornar a energia mais ecológica. A previsão é que a 5G deva consumir até 90% menos energia que o 4G.

Tempo de latência reduzido

O tempo de latência reduzido resulta na possibilidade de comunicação autônoma e o desenvolvimento de sistemas de segurança.

Entre as possibilidades, estão a realização de cirurgia remotas realizadas por robôs.

Aumento no número de aparelhos conectados

O aumento de número de aparelhos conectados por área resulta na ampliação na tendência de IoT (Internet das Coisas). Com isso, inúmeras possibilidades inteligentes para residências, hospitais, indústrias, comércios etc.

Como funciona a rede 5G?

Assim como as redes anteriores, a 5G funciona por ondas de rádio. A diferença é que o espectro coberto por ela é maior, podendo ser 100 vezes mais rápido que as outras redes.

As antenas 5G serão acopladas às já existentes, que serão adaptadas para funcionar em paralelo com a nova infraestrutura de conexões. Dessa forma, o mecanismo inteligente das redes 5G é responsável por focalizar o sinal de rádio em vez de emiti-lo para todas as direções.

Quando esperar o funcionamento da rede 5G?

Para ser possível, é necessário um grande investimento tanto de operadoras quanto de consumidores.

As operadoras devem investir em:

  • Softwares;
  • Equipamentos;
  • Serviços

Que tenham capacidade de lidar com a nova tecnologia.

Já os consumidores, precisam de aparelhos compatíveis com a tecnologia.

A expectativa do início das redes 5G no Brasil são para 2021, pois as operadoras precisam:

  • Melhorar as infraestruturas atuais;
  • Otimizar custos e melhorias.

É certo que o foco do uso da 5G é a expansão da IoT. A seguir, citamos alguns exemplos em 3 setores do nosso cotidiano os quais a nova rede vai proporcionar:

Carros autônomos

Carros autônomos é um assunto cada vez mais presente em nossas vidas, no entanto, ainda existem detalhes importantes que impedem e que por sua vez, serão possíveis de ocorrer com a 5G.

Ademais, uma internet extremamente rápida fará com que um veículo autônomo responda aos comandos com segurança, pois respostas como frear e acelerar devem ser imediatas em alguns momentos.

Portanto, a comunicação deve ser extremamente veloz, coisa que será possível com a 5G.

Nas casas

O nível de interação entre objetos cotidianos que terão interação direta com a 5G, pois a IoT permite que sensores, eletrodomésticos e smartphones sejam interligados, possibilitando acender luzes, abrir portas, ligar aquecedores/ar-condicionado rapidamente.

É a capacidade dos assistentes eletrônicos, já existentes atualmente, multiplicada.

Nas empresas

A 5G vai intensificar ainda mais a automatização, possibilitando as máquinas de aprenderem a tomar decisões ainda mais específicas e o uso da nuvem e sistemas de comunicação avançada passam a ser completos.

Dê um passo para o futuro! A Grvppe oferece os melhores e mais tecnológicos serviços!

Clique aqui e entre em contato com nossos consultores.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *